Trabalhar demais pode causar depressão

Fonte de Imagem: noticiasaominuto.com

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2020 a depressão será a doença mais incapacitante em todo o mundo e entre os fatores que contribuem para o seu surgimento encontram-se o excesso de trabalho e o ambiente extremamente competitivo e pouco saudável vivido no seio das empresas hoje em dia.

Segundo Ana Paula Aquino Mendes, psiquiatra da Paraná Clínicas, no Brasil, trabalhar em excesso faz aumentar o risco de doenças cardiovasculares, como hipertensão e diabetes, doenças psicossomáticas, ansiedade, lesão por esforço repetitivo e outras patologias. “Existem inúmeros transtornos que podemos citar e que estão relacionados com o excesso de trabalho. A Síndrome de Bournout, por exemplo, não é tão conhecida, mas é extremamente séria, pois o indivíduo acometido por essa condição passa a sofrer de exaustão emocional, sentimento de perda de competência, ansiedade, angústia, tristeza, insónias, diminuição de concentração e de memória”, explica a especialista.

Estima-se que mais de 322 milhões de pessoas sofram de depressão no mundo atualmente, o que por sua vez faz diminuir a produtividade, conduz a quadros de esgotamento e a longos períodos de absentismo laboral.

A extrema competitividade no local de trabalho, o estar sempre ligado às tarefas que tem que desempenhar, o não conseguir desligar-se e divertir-se porque a sua mente está sempre focada no que tem para fazer ou no que estará a acontecer poderá conduzir-lo não só a um quadro depressivo, mas também a um esgotamento e à exaustão mental. Se já tentou e não se consegue afastar do seu trabalho, se se sente deprimido, então, procure-nos no Centro de Ajuda mais próximo, pois estamos sempre dispostos a escutá-lo e a mostrar-lhe que, afinal, existe mesmo uma solução para o seu problema!

Fonte: noticiasaominuto.com

Envie-nos a sua mensagem

Contactos

  • 218 368 008

  • apoio@saindodadepressao.pt

  • Rua Dr. José Espírito Santo, Nº 36
    Chelas, Lisboa