Separadamente casados

Por norma, um dos parceiros afasta-se para melhorar a situação económica da família, o que se traduz em dificuldades inquestionáveis, que podem até levar à depressão

É a realidade de muitas famílias que se vem forçadas a viver separadas em nome da realização dos objetivos materiais. Mas a verdade é que essa separação “em nome do bem comum” acaba por afetar drasticamente a estrutura familiar. Principalmente para quem fica. Muitas mulheres não conseguem lidar com o stress desencadeado pela nova realidade e rotina.  

DEPRESSÃO

Começa muitas vezes por manifestar-se em forma de cansaço constante e indisposição frequente, aliados a uma contínua sensação de tristeza, alterações no apetite e no sono, dores pelo corpo, redução da capacidade de experimentar o prazer, falta de concentração e dificuldade de tomar decisões, isolamento social, sentimentos de culpa e perda da autoestima. Ter atenção aos gatilhos mentais que causam essas mudanças no próprio comportamento é um passo importante para aprender a lidar com os desafios cotidianos da melhor maneira, e perceber caso esteja a entrar numa depressão.

Envie-nos a sua mensagem

    Contactos

    • 910 094 252

    • 218 368 008

    • apoio@saindodadepressao.pt

    • Rua Egas Moniz, 485
      Porto, Portugal