Os 7 sintomas que vão muito além da tristeza

Fonte de Imagem: Adobe Stock

Problemas digestivos e cansaço constante podem ser indicadores da doença mental

Números reais apontam que Portugal é o país da Europa com a taxa de depressão mais elevada e o segundo no mundo, sendo ultrapassado apenas pelos EUA. Ou seja, vinte e três por cento da população portuguesa sofre de um problema de saúde mental; por ano, 400 mil portugueses são diagnosticados com depressão. No ano de 2017 foram prescritos 20 milhões de embalagens de psicofármacos em Portugal, sendo gastos diariamente 600 mil euros neste tipo de medicação.

E a taxa de mortes relacionada a episódios depressivos aumentou 705%. A depressão caracteriza-se como uma doença em que ocorrem desequilíbrios químicos dos chamados neurotransmissores. Essas substâncias são responsáveis por transportar as informações pela rede de neurónios do nosso cérebro – incluindo as sensações de prazer, serenidade, disposição e bem-estar.

Eis algumas sensações físicas que podem acompanhar o quadro depressivo:

1. Problemas digestivos
A dor na parte gastrointestinal é muito comum em depressivos. Ocorre muitas vezes a síndrome do intestino irritável, que causa dores abdominais, flatulência e mudanças nos hábitos intestinais.

2. Dor de cabeça
A depressão também pode motivar dores do tipo cefaleia. O indivíduo com depressão acumula sintomas emocionais, frustrações, medos e inseguranças e descarrega no corpo.

3. Distúrbios do sono
Distúrbios são extremamente comuns: ou o paciente dorme demais, procurando no sono uma fuga da realidade, ou não consegue dormir, por não conseguir desligar-se dos problemas que o levaram à depressão.

4. Cansaço ou fadiga
Sintomas como fraqueza, cansaço, falta de ânimo e falta de iniciativa para executar qualquer atividade são provocados pela falta de produção adequada dos neurotransmissores serotonina, noradrenalina e dopamina.

5. Mudanças no apetite e no peso
A depressão é frequentemente associada a transtornos alimentares. Isso porque a doença leva a alterações no apetite, podendo ocorrer a falta ou o excesso deste, culminando em perda ou ganho de peso.

6. Dores no corpo
Pacientes com depressão muitas vezes queixam-se de dores generalizadas e persistentes em todo o corpo, principalmente nas costas e peito. Sedentarismo e a falta de atividade física podem tornar o quadro ainda mais intenso.

7. Sistema imunológico comprometido
A depressão leva o indivíduo à prostração – não se sente bem física e mentalmente. Isso pode, de maneira indireta, interferir na imunidade, deixando o indivíduo mais vulnerável a infecções oportunistas, como por exemplo gripes e herpes.

Toda e qualquer pessoa que procura o Centro de Ajuda beneficia não só de aconselhamento e orientação, como também da ausência de qualquer tipo de julgamento e da total descrição dos seus voluntários. Receba, hoje mesmo, a ajuda de que você tanto necessita ligando para a nossa linha de atendimento gratuito (218 368 008) ou pelo WhatsApp (918 617 038).

Fonte: notíciasaominuto.pt

 

Envie-nos a sua mensagem

Contactos

  • 218 368 008

  • apoio@saindodadepressao.pt

  • Rua Dr. José Espírito Santo, Nº 36
    Chelas, Lisboa