Acabei a faculdade e agora?

Fonte de Imagem: falauniversidades.com.br

Depois de terminarem o curso superior e ao terem de encarar o mercado de trabalho, muitos jovens não sabem como lidar com a sensação de impotência ao perceberem que as suas expetativas não correspondem à realidade, o que acaba por os lançar no turbilhão da depressão.

“No caso do pós-faculdade, (este período) pode deprimir sim por conta de dificuldade de encontrar emprego, junto a outros fatores de risco”, explica o psiquiatra Bruno Coelho. Relativamente às  expetativas criadas pelo próprios jovens, o psicólogo Marcelo Rocha salienta ainda: “O problema é que a gente acha que pode mudar o mundo. O mundo chegou bem antes da gente e nós temos que nos adaptar a ele”. O mesmo especialista alerta ainda para as consequências da depressão, “quanto pior a visão negativa de futuro, maior risco a pessoa tem de pensar em suicídio e de ter algum impulso que a possa levar à morte”.

Ter média para entrar na faculdade e no curso desejados é meio caminho andado para a realização do sonho. Mas e quando surge a dura realidade do mercado de trabalho? Nem sempre é fácil arranjar o emprego para que tanto se estudou e investiu e muitos acabam por desistir, enveredando até por outras áreas que lhe lhes ofereçam a oportunidade de trabalhar e ganhar a vida. Todavia, há quem desespere e caia numa profunda tristeza por ver o sonho de trabalhar na área em que tanto estudou cair por terra, acabando mesmo por entrar em depressão. Se este é o seu caso, não desista do seu sonho, nem se deixe afundar na depressão, procure-nos no Centro de Ajuda mais próximo, pois estamos sempre dispostos a ajudá-lo a traçar um novo rumo!

Fonte: falauniversidades.com.br

Envie-nos a sua mensagem

Contactos

  • 218 368 008

  • apoio@saindodadepressao.pt

  • Rua Dr. José Espírito Santo, Nº 36
    Chelas, Lisboa