2º país da Europa com mais casos de doenças mentais

Fonte de Imagem: Adobe Stock

Estima-se que mais de um quinto dos portugueses sofra de uma perturbação psiquiátrica

Angústia ou tristeza prolongada, dificuldade em adormecer ou manter o sono, pensar que é inútil, sentir-se um peso para os outros ou ter vontade de morrer são sinais a que deve estar atento e, segundo os especialistas, são razões para procurar ajuda médica. Com uma tendência de aumento, estima-se que mais de um quinto dos portugueses sofra de uma perturbação psiquiátrica. A maior parte das doenças mentais manifesta-se geralmente antes dos 24 anos e a depressão é a que mais preocupa os médicos.

A idade e o género são fatores que fazem variar a incidência destas perturbações, com as mulheres e os jovens a representarem a grande maioria dos casos. “Enquanto as mulheres registam mais perturbações de ansiedade, depressão e doença bipolar, os homens apresentam mais perturbações de controlo de impulsos e perturbações por abuso de substâncias”, afirma o psiquiatra António Pissarra.

Apesar de Portugal ser o segundo país da Europa com maior prevalência de doenças mentais, o psiquiatra considera que ainda há um longo caminho a percorrer. As adições a substâncias também constituem formas de doença mental, por isso “é importante promover o combate ao estigma e aos preconceitos associados às doenças mentais, favorecendo a inclusão”.

Incapacidade e dependência

Cinco doenças mentais, nomeadamente a depressão, esquizofrenia, doença bipolar e perturbações associadas ao consumo do álcool e perturbação obsessiva-compulsiva, estão entre as dez primeiras causas de incapacidade e dependência psicossocial.

No Centro de Ajuda tem vindo a ser realizado um trabalho de apoio junto das pessoas que sofrem de depressão. Se deseja saber mais sobre o mesmo, procure-nos na Rua Dr. José Espírito Santo, nº 36, através do número de atendimento gratuito 24h: 218 368 008 ou pelo whatsApp: 918 617 038.

Fonte: Correio da Manhã

Envie-nos a sua mensagem

Contactos

  • 218 368 008

  • apoio@saindodadepressao.pt

  • Rua Dr. José Espírito Santo, Nº 36
    Chelas, Lisboa