“Fui considerada uma louca perigosa”

A perda de um familiar muito próximo, muitas vezes, acaba por despoletar uma condição depressiva. Para Cristina, perder o pai num acidente acabou com o seu mundo, dando lugar a uma depressão que acarretava o ódio, a agressividade e o desejo de suicídio  

Cristina Faria

Ver Mais